quinta-feira, 9 de abril de 2015

Alejo Muniz fala sobre o convite para o WSL para disputar a terceira etapa do mundial

Alejo Muniz foi convidado pela WSL para disputar a terceira etapa do mundial em Margaret River, na Austrália. O brasileiro, que ficou fora do WCT após não conseguir a reclassificação e nem a vaga de “injury” da WSL, terá a chance de marcar bons pontos no ranking de acesso durante essa etapa. Alejo está focado em retornar a divisão de elite. Ele venceu uma etapa 6 estrelas do QS no início do ano em Newcastle na Austrália, e fez oitavas em Mainly. Com o resultado está em segundo no ranking, somente atrás de Kolohe Andino que também disputa o CT. Antes de embarcar para a Austrália, Alejo falou com o RedBull.com.br e disse que nunca se sentiu tão preparado como hoje. Inspirado no retorno à elite de seu amigo Jadson André, ele garante: vai dar o máximo de si. Veja a entrevista exclusiva: Depois de 4 anos disputando o WCT, este ano começou diferente para você. O que foi mais difícil dessa nova realidade? Tiveram dois pontos mais difíceis, o primeiro foi quando eu recebi a ligação falando que eu não tinha ganho a vaga de injury, e o segundo foi assistir a primeira etapa, e ver e sentir o quanto eu gostava de estar lá. Começar o ano vencendo em Newcastle deu mais gás para a caminhada? Com certeza, sempre é bom vencer para aumentar a confiança. E sendo no começo do ano é melhor ainda. Foi uma vitória muito importante pra mim, porque eu consegui provar para mim mesmo que eu conseguia. Consegui dedicar para meu grande amigo Ricardinho. E foram pontos importantes para o ranking. Onde e de que maneira você tem mantido seu foco para encarar esse ano? Eu estou morando no Rio de Janeiro, com uma equipe muito boa. Tenho estado bem ocupado e treinando muito. Tendo isso e essas pessoas boas do meu lado estou no auge do meu foco, eu acredito que nunca estive assim antes. Não que isso vai me fazer vencer tudo, mas me sinto preparado para dar o máximo e voltar para a elite. Qual foi o seu principal pensamento quando viu que não ia conseguir a reclassificação? Eu vou voltar. Isso foi o que pensei, penso todos os dias nisso. O que eu mais quero é voltar para fazer melhor. Sei que posso fazer melhor. O que seu amigo Jadson André passou é encarado como inspiração? Claro, eu vi de perto quando ele saiu e quando ele voltou. Vendo isso de tão perto me fez ver que não tem nada de errado você sair do circuito, muito pelo contrário, acho que pode ser algo bom para muitos atletas. Eu estou vendo o circuito diferente. Agora tenho certeza que eu vivia o meu sonho e quero viver de novo. Quais são os seus trunfos para este ano? Eu acho que estou bem confiante e com umas pranchas muito boas. Estou preparado e acreditando muito. Ter "ajudado" seu amigo Gabriel Medina a ser campeão do mundo, teve um gosto especial? Eu digo que o Gabriel venceu o título sozinho. Ele mereceu o ano inteiro. Mas ter tirado os únicos dois caras que estavam na disputa com ele, com certeza, teve um gosto especial. Ver meu amigo ser campeão mundial e ainda fazer parte dessa história é muito especial pra mim. Levo essas vitórias sempre que estou competindo. O que é mais difícil, encarar as ondas de não tanta qualidade do QS ou as infinitas baterias para chegar a final? Muito difícil falar disso, porque na verdade se o mar estiver ruim está igual para todos. E a quantidade de baterias faz parte. Fico bem tranquilo quanto a isso, mas se fosse para escolher algum acho que seria surfar ondas ruins. Ninguém gosta de competir em ondas ruins. Quais os planos agora? Quantos campeonatos vai correr, qual a estratégia? Meu plano é ficar preparado para cada etapa, todas vão ser importantes na minha caminhada esse ano. Vou correr todos os primes e 6* que tiverem, vou atrás de pontos. E a estratégia é surfar uma bateria de cada vez como se fosse a última. Qual recado gostaria de mandar para os fãs do seu surf? Eu gostaria de agradecer a torcida. Isso faz muita diferença. E também pediria para acreditarem em mim que estou fazendo o meu melhor para voltar o circuito e fazer melhor que antes. Créditos: RedBull
Mais informações »

Duelo pelo peso pesado entre Todd Duffee e Frank Mir será o principal do UFC Fight Night

Especulada nas últimas semanas, a luta entre Todd Duffee e Frank Mir, válida pelo peso-pesado, vai encabeçar o card do UFC Fight Night previsto para 15 de julho, em San Diego, nos Estados Unidos. A informação foi divulgada no programa "UFC Tonight". Duffee está embalado por três nocautes consecutivos - todos no primeiro round. Mir, por sua vez, afastou a má fase, que durava quatro lutas, e renasceu na organização ao liquidar Antônio Pezão com 1m40s de combate no UFC Porto Alegre. Duelo válido pelo peso-pesado será o principal do UFC Fight Night que acontecerá na Califórnia. Lesionado, Dillashaw, campeão do peso-galo, espera voltar até julho.
Mais informações »

sábado, 4 de abril de 2015

Confira o filme TLD RIPPING One com o surfista brasileiro Matheus Toledo

TLD RIPPING One - FULL from Leco Moura on Vimeo.

TLD is short for Toledo, a traditional surf family from Ubatuba - Brazil, and TLD RIPPING starts with Matheus, the older brother, who's still just 21 years old. TLD RIPPING ONE is an independent movie by LEANDRO MOURA, starring the young brazilian surfer MATHEUS TOLEDO. Some tricks , some lifestyle some messing around with the 4 elements. Directed and eddited by LEANDRO MOURA. Art Direction and final edditing by RICARDO PEROSA.
Mais informações »

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Musculação: 10 alimentos para ganhar massa muscular

O treino de força é apenas um elemento necessário para facilitar o crescimento muscular adequado, o qual também é conhecido como hipertrofia. O outro elemento é necessário é uma dieta completa e saudável. Apenas os nutrientes orgânicos que você come proporcionarão força para os músculos danificados e adicionar novas fibras ao tecido após um treino intenso. Para otimizar seus treinos e sua malhação com maiores ganhos musculares, aqui está a lista dos dez melhores alimentos para ajudar você a ganhar mais massa muscular e força. Vale sempre o lembrete: nada de mudar sua dieta sem consultar um nutricionista! Carne magra Este deve ser um grampo de sua dieta, se você quer ganhar massa muscular. Por quê? Porque ela é carregada com todos os tipos de coisas favoráveis ​​para o crescimento muscular. Em média, uma porção de 1 kg de carne magra tem menos de 200 calorias, e ainda oferece dez nutrientes essenciais, como ferro, zinco e vitaminas do complexo B. Mais importante, ela fornece ao seu corpo com proteína de alta qualidade (nem todas as proteínas são iguais), e um elevado nível de aminoácidos que funcionam com a insulina para promover crescimento muscular. Para aqueles que estão tentando perder peso, isso deve vir como uma grande notícia: 1 kg de carne magra fornece aproximadamente a mesma quantidade de proteínas que 1,5 xícaras de feijão, mas com metade das calorias Frango sem pele Como a carne magra, é também uma excelente fonte de proteína de alta qualidade, o que é importante para a manutenção e reparação muscular, a saúde do osso, e manutenção do peso. E, claro, há muitas maneiras que você pode cozinhar e preparar frango. Vá até a loja e você pode facilmente encontrar o frango de corte a carne em porções individuais que podem ser temperados e cozidos rapidamente. Queijo Cottage Muitas pessoas não sabem disso, mas o queijo cottage constitui proteína caseína relativamente pura. Para quem não sabe, a caseína é uma proteína de digestão lenta, o que significa que é perfeita para a manutenção muscular. Isto é especialmente útil para os indivíduos que não têm escolha senão ficar longos períodos sem comer. Não esquecendo, o queijo cottage é também uma excelente fonte de vitamina B12, cálcio e outros nutrientes importantes. Conselho: compre o desnatado ou versões de baixo teor de gordura. Ovos Os ovos contêm proteínas de alta qualidade, nove aminoácidos essenciais, o tipo certo de gordura e vitamina D. Para resumir, eles são o maior valor pelo dinheiro. E, por favor, note que os ovos não são nocivos para a saúde. Whey protein Há uma razão pela qual os suplementos de proteína de soro de leite são os suplementos mais populares no mundo do fisiculturismo: porque eles fornecem uma fonte rápida e conveniente de proteína a um preço acessível. Fisiculturistas normalmente os usam quando acordam, logo após o seu treino, e misturados com um pouco de suas refeições. No entanto, para aqueles de nós não-fisiculturistas, basta usá-lo logo após o treino, o que pode ser muito eficaz para ganho de massa muscular. Não confie nele completamente, porém. É mais importante obter proteína de alta qualidade a partir de alimentos integrais, e usar a proteína de soro de leite como um impulso para um ganho maior. Atum e outros peixes Ricos em proteínas e pobres em gordura e ricos em ácidos graxos ômega-3. A chave aqui são os ácidos graxos ômega-3. Eles são essenciais, não só por razões de saúde, mas também porque melhoram a perda de gordura e asseguram o bom funcionamento dos seus processos corporais, tais como o seu metabolismo. Aveia É uma fonte ideal de carboidratos, devido tanto ao seu valor baixo de índice glicêmico e do fato de que é minimamente processada. Os benefícios de uma dieta de baixo índice glicêmico são como se segue: Perfil de micronutrientes melhor e com mais fibras; Aumento da saciedade; Fome reduzida; Menor consumo de energia subsequente; A perda de gordura. Na perda de gordura, melhor para quem quer perder peso, e uma constante fonte de carboidratos para preservação muscular. Grãos integrais Grãos integrais serão digeridos de forma mais eficientes e fornecerão mais nutrientes do que os grãos refinados, e como tal, promover os níveis de energia sustentáveis ​​e saúde em geral. Por exemplo, o arroz integral pode ajudar a aumentar os seus níveis de hormônio de crescimento, que são fundamentais para incentivar o crescimento muscular magro, perda de gordura e ganho de força. Frutas e Legumes Em primeiro lugar, as frutas e os vegetais são uma rica fonte de antioxidantes, que são essenciais para o funcionamento saudável do sistema imunológico. Em segundo lugar, eles fornecem toneladas de outros nutrientes, tais como vitamina C, vitamina E e beta-caroteno. Finalmente, seu corpo necessita a fibra dessas frutas e vegetais, o que ajuda a eliminar as substâncias que seu corpo não precisa. Gorduras saudáveis Sabemos que alguns de vocês estremecem com a ideia de consumir gorduras, mas as boas gorduras são essenciais para o crescimento muscular. Na verdade, elas desempenham um papel essencial na produção de hormônios (testosterona e hormônio do crescimento), que são responsáveis pelo crescimento muscular e ganhos de força. Sua taxa metabólica é elevada, bem como, ajudando você a perder mais gorduras. Além disso, as gorduras são necessárias para a manutenção de muitas funções importantes. As gorduras polinsaturadas e monoinsaturadas são as gorduras boas. Você pode encontrá-las no salmão e outros peixes, nozes, vegetais folhosos, óleos como o de linhaça, abacate e sementes. Eles também são ricos em ácidos graxos ômega-3 e ômega-6, essenciais para o bom funcionamento de um metabolismo.
Mais informações »

Musculação: Dieta ajuda a alcançar a hipertrofia

A hipertrofia é um dos objetivos mais procurados nas academias. Claro que para ficar grande, sarado e com baixo percentual de gordura no corpo, o caminho não é fácil, condições específicas devem ser rigorosamente seguidas pelos treinadores. A tríade descanso, alimentação e exercícios é conhecida por todos os praticantes, pois são essenciais para bons resultados. Neste artigo falaremos especificamente da importância da dieta no treino para hipertrofia. A hipertrofia muscular é, basicamente, o aumento da massa devido a adaptação das células e órgãos ao terem mais exigência de trabalho. Essa exigência muscular ocorre nos treinos em academias por meio de exercícios anaeróbicos de levantamento de peso com repetições. Uma característica uniforme entre os treinantes da hipertrofia é fazer exercícios sempre com maior peso e menor número de repetições o que aumenta a exigência dos músculos. Para um bom resultado do treino é preciso que a dieta do praticante de musculação seja adequada. Assim levar em consideração a reposição dos nutrientes necessários para o músculo é fundamental. Afinal, os treinos tendem a ser cada vez mais pesados, e por isso há um gasto cada vez maior de calorias. Iniciantes, principalmente, tendem a achar que devem comer pouco ou apenas vegetais para manter o corpo definido. Não caia nessa. Quando você está treinando musculação há um gasto muito grande energia que é preciso ser reposto com a ingestão de calorias por meio, é claro, de alimentos saudáveis. Neste caso, frango grelhado e batata doce, por exemplo, são recomendados. Lembre-se para ganhar massa muscular você precisa consumir mais energia do que você gasta durante o dia. Para auxilar a alimentação, os suplementos alimentares, como Whey Protein, BCAA e Maltodextrina, estão sempre presentes na dieta alimentar diária daqueles que almejam conseguir um corpo hipertrofiado. Cada um deles têm sua função específica. Os aminoácidos do tipo BCAA, por exemplo, fazem que com a perca de massa muscular seja menor. Já a Maltrodextrina é ingerida para dar energia nos treinos enquanto o Whey Protein é a proteína consumida pós-treino para ajudar na construção e definição dos músculos. Créditos: Site Beleza Masculina.
Mais informações »

Keenan Cornelius ensina você a ter uma mente ajustada para se dar bem no Jiu-Jitsu

Para você ser vitorioso no Jiu-Jitsu, você deve montar o seu próprio quebra-cabeças para que tudo se encaixe. O jogo inclui alimentação, treino duro e uma mente ajustada para suportar qualquer barreira que possa aparecer na sua jornada. Fenômeno do Jiu-Jitsu mundial, o meio-pesado americano Keenan Cornelius parece saber o caminho certo para amansar a mente e vencer no esporte. O confiante americano, atual medalhista de bronze no absoluto do Mundial, publicou em suas redes lições interessantes para ter uma cabeça forte. “A arte de zerar a mente e meditar é uma das tarefas mais complicadas do Jiu-Jitsu. Pensamentos na hora de competir podem ser dispersivos, levar a dúvidas e inseguranças. Para competir no seu melhor nível, você deve deixar o subconsciente e os instintos tomarem conta da sua mente. Quanto mais você espreme a areia, mais facilmente ela escapa pelos seus dedos. Não basta então tentar não pensar em nada, pois a areia escorrega e o estado de meditação se esvai”, explica o faixa-preta da Atos, antes de mostrar o caminho para blindar a mente. “Para de fato manter a mente vazia, você tem de buscar as suas próprias ações ou pensamentos capazes de levar sua cabeça para aquele lugar de clareza e paz mental. Pode ser quem sabe uma música, uma afirmação, um mantra ou um gesto físico. Ou tudo misturado, desde que você ache seu caminho para a tranquilidade. Treine isso até poder reproduzir seu estado mental em paz. Com isso dito, vale lembrar que, quando o árbitro chamar, você também precisa morder seu protetor bucal e ir para cima!”, encerra o astro. Créditos: Revista Graciemag
Mais informações »

Rio Fall Open de Jiu-Jitsu: Kim Terra e Alexandre Vieira

O Rio Fall Open de Jiu-Jitsu, realizado no último fim de semana na Tijuca, foi recheado de emoções, principalmente nas categorias leves. No peso-pena, por exemplo, Kim Terra e Alexandre Vieira estavam famintos por uma medalha de ouro com o selo da IBJJF, o que rendeu ótimo combate. Kim puxou e tentou embolar Alexandre que, por sua vez, estava atento e mostrou boa defesa das costas. Mais experiente, o faixa-preta da CTA venceu Alexandre por pontos. Mas antes de ter o braço erguido, Kim precisou defender o perigoso estrangulamento de gola do aluno de Murilo Bustamante. Créditos: Graciemag | Vitor Freitas
Mais informações »

Aprenda a finalizar com João Gabriel, atleta de capa da GRACIEMAG

Segundo o faixa-preta João Gabriel Rocha, na edição #217 da revista de Jiu-Jitsu GRACIEMAG, os anos de treino duro o levaram a perceber que, na arte suave, a melhor defesa é o contra-ataque. De fato, o personagem de capa mostra um dossiê para você se defender e atacar com ousadia, onde ele mescla teoria e prática. No último fim de semana, durante o Rio Fall Open de Jiu-Jitsu, João mostrou para os fãs como defender uma queda e contra-atacar com eficiência. Em sua primeira luta no pesadíssimo, o faixa-preta da Soul Fighters evitou as quedas de Aganaldo Luiz (GB), derrubou com eficiência e finalizou com estilo nas costas. Adquira já a nova edição da Graciemag e confira! Créditos: Revista Graciemag | Vitor Freitas
Mais informações »

Filipe Toledo: Conheça mais sobre o talentoso surfista brasileiro ganhador do Gold Coast, na Austrália

O Brasil não poderia começar melhor a temporada 2015 do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour ao dominar o ranking mundial com a vitória sensacional de Filipe Toledo, no Quiksilver Pro Gold Coast. Além de Filipe, os também paulistas Adriano de Souza e Miguel Pupo dividiram o terceiro lugar no primeiro desafio do ano na Austrália. O primeiro título de Filipinho em etapas do WCT foi conquistado de forma espetacular com uma nota 10 na última onda surfada contra o australiano Julian Wilson e com o maior placar do evento, 19,60 a 14,70 pontos. A vitória valeu um prêmio de 100.000 dólares e a liderança no primeiro ranking de 2015 com 10.000 pontos. “Essa é a melhor sensação do mundo e estou muito feliz por começar o ano com vitória. Só Deus e minha família sabem o quanto eu tenho treinado para estar aqui hoje, tanto física como mentalmente. Eu estava muito confiante durante todo o evento e quero dedicar esta vitória ao meu pai e toda a minha família que sempre está junto comigo me dando força. Só sei que este será um grande ano para os brasileiros e provamos isso aqui em Snapper Rocks”, falou Filipinho. Se você acompanha o surfe, já viu esse cara. Se não acompanha, pode guardar essa cara. Filipe Toledo. Garoto ainda. 19 anos. Mas com um DNA de títulos. Ele é filho de Ricardo Toledo, bicampeão brasileiro de surfe, e parceiro de ondas até hoje. Filipe conversou com o Esporte Espetacular e revelou que espera seguir o caminho do pai, mas com vôos mais altos, e garante que vai ser campeão do mundo de surfe. Filipe Toledo rezou e apontou para os céus ao entrar na água para a grande decisão da etapa de Gold Coast, contra o xodó local, o australiano Julian Wilson. Cerca de meia hora depois, o paulista de 19 anos, caçula do tour, estava nos braços da torcida brasileira que invadiu a praia de Snapper Rocks, comemorando seu primeiro título no Circuito Mundial de Surfe. Com mais uma atuação de gala, recheada de aéreos e manobras ousadas, Filipinho venceu de forma incontestável por 19,60 a 14,70, coroando com o título um torneio onde deu espetáculo em todas as baterias. A conquista ainda foi carimbada com uma nota 10 na última onda. Um encerramento perfeito, que fez jus a uma campanha impecável do jovem prodígio do surfe brasileiro. Mesmo antes de sair da água, Filipe foi levantado pela multidão de brasileiros que assistiram seu espetáculo. Aos gritos de "É campeão!" e "Ha ha hu hu, a Austrália é nossa", o vencedor do "Nas Ondas" foi carregado até a areia. Lá, recebeu um abraço apertado do pai Ricardo Toledo, tricampeão brasileiro, e não conteve as lágrimas. Na sequência recebeu os cumprimentos dos surfistas compatriotas, dentre eles Gabriel Medina e Silvana Lima. Era apenas o começo de um dia de muita festa. - Não tinha jeito melhor de terminar essa final. Fechar a bateria desse jeito, com uma nota 10, com meu pai, meus amigos todos aqui e essa multidão brasileira dando esse apoio, Deus me ajudando... Significou muito para mim - completou Filipe, 17º colocado no Mundial do ano passado. No ano passado, o vencedor da etapa de Gold Coast, que abre a temporada do Mundial de Surfe, foi o brasileiro Gabriel Medina. Em dezembro, ele acabou se tornando campeão mundial após outras duas etapas vitoriosas (Teahupoo e Fiji), sendo o único do Brasil a levantar títulos na temporada. Medina, inclusive, também é considerado um prodígio da geração talentosa do país, ganhando etapas com apenas 17 anos. Ele fez questão de dar um abraço em Filipinho após o triunfo. A próxima etapa do Mundial de Surfe será novamente na Austrália, em Bells Beach entre os dias 1º e 12 de abril. Em seguida, a disputa vai para Margaret River, no mesmo país. Em maio, os surfistas desembarcam no Rio de Janeiro. Os primeiros cinco minutos foram tensos. Poucas ondas e muito estudo entre os dois competidores. Filipinho passou então a ditar o ritmo. Pegou a primeira onda, onde encaixou alguns “floaters" (manobra em que o surfista, depois de dar uma cavada na base da onda, vai até a crista e passa por cima dela, quase flutuando, retornando em seguida à base), um "layback" (manobra em que o surfista empurra as costas para a parede da onda e, em seguida, se levanta de novo) e encerrou com um aéreo, tirando 8,00. E depois, dropou mais três na sequência, abortando duas delas e tirando 6,00 na última delas, alcançando 14,00. Enquanto isso, Julian permanecia zerado, à espera da melhor oportunidade. A 18 minutos do fim, o australiano finalmente entrou em ação. Começou a onda com um aéreo, arrancando aplausos da torcida, mas acabou se desequilibrando ao tentar repetir a manobra e caiu, tirando 3,70. Na sequência, Wilson concluiu uma bela onda com um aéreo e tirou 9,10. Com isso, chegou a 12,80 e ficou precisando apenas de 4,91 para virar o duelo. Mas na onda seguinte, o brasileiro deu o troco em grande estilo, emplacando um 9,60 que o deixou com 17,60 e forçou o rival a ter que tirar 8,51. E o dia era mesmo de Filipinho. Nos minutos finais, o paulista de Ubatuba pegou duas ondas espetaculares. Na primeira delas, acertou diversas manobras e tirou 9,17, subindo para 18,77 pontos. E na última delas, a segundos do fim, desfilou seu repertório de aéreos e foi premiado com um 10. Resultados das finais da etapa de gold coast Quartas de final Miguel Pupo (BRA) 13.70 x 13.67 Wiggolly Dantas (BRA Julian Wilson (AUS) 17.44 x 11.17 Taj Burrow (AUS) Adriano de Souza (BRA) 15.07 x 13.23 Mick Fanning (AUS) Filipe Toledo (BRA) 17.34 x 16.23 Bede Durbidge (AUS) Semifinais Julian Wilson (AUS) 16.26 x 15.60 MiguelPupo (BRA) Filipe Toledo (BRA) 17.23 x 10.34 Adriano de Souza (BRA) Final Filipe Toledo 19.60 x 14.70 Julian Wilson
Mais informações »

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Musculação: Músculos precisam de sobrecarga e descanso para crescerem saudáveis

Emagrecer não significa necessariamente trocar gordura por músculos. Para ganhar massa magra, é preciso fortalecer o corpo com atividades como a musculação. Além de controlar os movimentos e a postura, os músculos desempenham um importante papel na visão, na respiração e na deglutição de alimentos. O maior músculo do corpo é chamado sartório ou costureiro e vai do quadril até o joelho. Ele trabalha na rotação e flexão da perna quando alguém senta na posição de alfaiate ou costureira – daí o nome. Segundo o preparador físico José Rubens D’Elia e a fisioterapeuta Márcia Viana, outros exercícios que podem ajudar a aumentar o volume da musculatura – em menor proporção do que “puxar ferro” na academia – são o pilates, a hidroginástica (principalmente com pesos) e o RPG. Este último tem uma função maior de corrigir a postura e amenizar eventuais dores nos ossos e nas articulações. Para crescer, o músculo precisa de sobrecarga. Os estímulos que provocam sobrecarga são: aumento da carga do exercício, duração aumentada (com séries adicionais) ou uma combinação das duas. Sempre que o músculo se adaptar à sobrecarga, devem ser adicionadas intensidade e mais carga para aumentar a resposta ao treinamento, que deve ser contínuo. Quando uma pessoa interrompe a atividade por muito tempo, pode pôr tudo a perder e ter que recomeçar praticamente do zero. E há diferença entre adquirir força e massa muscular. Os especialistas explicaram que, após um treino de musculação com carga pesada, ocorre um aumento da produção de proteínas em 24h a 48h. É aí que os músculos crescem. Para essa hipertrofia ocorrer, porém, é essencial descansar a região no dia seguinte. Consumir proteína e carboidratos antes ou após o exercício também melhora o desempenho, dá mais energia e ajuda a recuperar o tecido. Dormir bem, sem interrupções, é outro fator que contribui para o crescimento muscular. Assim como a falta de sono, treinar demais, sem repouso, ter uma vida estressante e consumir álcool contribuem para um resultado ruim. Uma hora de treino por vez é suficiente para garantir o retorno esperado – mais do que isso, pode haver desgaste muscular. Já a dor é geralmente provocada pelo resíduo de ácido lático nos músculos após as reações químicas realizadas para gerar energia. Quando os músculos estão fracos, os espaços entre as articulações não ficam preservados, provocando a artrose, doença que não surge apenas na terceira idade. O desgaste pode começar bem antes, se houver desvios posturais e maus hábitos no dia a dia. Veja algumas dicas para garantir o máximo de recuperação e crescimento muscular: - Durma entre 7 a 8 horas por dia Este é o básico, todo mundo conhece, mas poucos o fazem corretamente. Durante o período do sono é onde ocorre a maior parte da recuperação e crescimento muscular, incluindo a produção natural de hormônios como o GH e testosterona, que só ocorrem durante o estado profundo do sono. Nâo precisamos dizer que é extremamente importante dormir durante 7 a 8 horas sem interrupções. Para garantir que isto aconteça: - Não tome muito líquido antes de dormir para não precisar levantar no meio da noite para ir ao banheiro. - Evite sonecas ou durmir durante o dia, para não interferir no sono da noite. - Durma e acorde sempre no mesmo horário, para programar e acostumar o seu corpo a esta rotina. - Dormir entre 7-8 horas por dia é o indicado para a maioria das pessoas, não precisa dormir 10-12 horas, você não vai produzir mais hormônios ou algo do tipo. O máximo que você irá conseguir é perder massa muscular por ter ficado tanto tempo sem comer. - Não consuma cafeína, efedrina ou qualquer estimulante após as 18:00. - Freqüência do Treino: Se você treinar o mesmo grupo muscular, antes que o mesmo consega se recuperar totalmente do último treino, o seu rendimento e a hipertrofia muscular serão prejudicadas. Evite treinar o mesmo grupo muscular duas ou mais vezes na semana, a menos que o seu objetivo o faça treinar.(Ex: Panturrilhas que não crescem, treinamento de choque, etc…) - Volume de Treino: Muito cuidado com a quantidade de exercícios que você usa na academia. Músculos grandes geralmente precisam de mais séries e repetições para garantir um estímulo máximo para a hipertrofia, porém músculos pequenos entram em overtraining com muita facilidade, como é o caso do bíceps, este músculo geralmente é o mais abusado pela maioria dos marombeiros. - Duração do Treino: Precisamos comentar isso mesmo ? Todo mundo sabe que não é recomendado fazer um treino intenso com duração maior que 60 minutos. SIM! Isto inclui os milhares de abdominais, alongamento, aeróbico e bate-papo na academia. Entre na academia, treine o mais duro que puder e vá para casa se alimentar!
Mais informações »

Confira dicas para você aperfeiçoar seu Jiu-Jitsu com Otavio Sousa

Bicampeão mundial de Jiu-Jitsu, Otavio Sousa destrincha hoje três dicas essenciais para seu Jiu-Jitsu fluir melhor, e você avançar mais rapidamente de faixas. Seu Jiu-Jitsu anda estagnado? Aprenda três conceitos com o pernambucano campeão da Gracie Barra e melhore seu rendimento hoje mesmo. 1. Não escolha treino “Não escolha treino na academia. Treine com todo mundo que estiver ali para aprender, seja ele um faixa-branca ou preta. Procure sempre colocar em prática as técnicas que foram aprendidas na aula, mesmo que você tenha de correr riscos de seu oponente passar sua guarda. Treino é treino, e ali ninguém é melhor do que ninguém. O treino é a hora de tentar coisas novas, de praticar posições nas quais você não é tão forte. Com isso, na hora do campeonato você não vai cometer os mesmos erros. Jiu-Jitsu é muito simples, não tem mistério, porém requer bastante dedicação e disciplina”, ensina Otavio. 2. Memorize a posição “Eu faço bastante drill para memorizar bem cada movimento e procuro sempre trabalhar as sequências de ataques para surpreender meus adversários, e ficar sempre um passo à frente deles. Enquanto meu adversário estiver conseguindo defender meus ataques, eu já procuro preparar o próximo movimento para pegá-lo de surpresa. Isso faz com que a minha guarda se torne tão ofensiva e difícil para qualquer um que tente passar e chegar do lado”, diz o aluno de Zé Radiola. 3. Preparação física “Tenho um trabalho diferenciado aqui na Califórnia, com meu preparador físico PJ, na Velocity Sports Performance, e isso tem me ajudado bastante. Estou fortalecendo todos os músculos do meu corpo, e dessa forma evito lesões e ao mesmo tempo aumento 100% o meu desempenho nos tatames. No Jiu-Jitsu, usamos bastante nossas pernas, então procuro fortalecê-las bastante para deixar a guarda afiada e ficar com a base boa também”, recomenda o professor da Gracie Barra. Créditos: Graciemag
Mais informações »
 
Traduzido Por Mais Template
Template by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top