domingo, 4 de dezembro de 2016

5 Seconds Of Summer completa cinco anos de muito sucesso

O grupo formado por Luke Hemmings, Calum Hood, Michael Clifford e Ashton Irwin veio do YouTube, onde publicavam covers de hits de sucesso. Até que foram chamados para abrir um show do One Direction e... BOOM! O mundo conheceu o 5 Seconds of Summer! Inclusive, as duas bandas são tão admiradas que fica difícil escolher qual é a mais querida, né? Esse ano os gatos ainda balançaram a internet e as rádios com o lançamento do clipe de "Girls Talk Boys", parte da trilha sonora do filme "Caça-Fantasmas" (2016), e que fez os fãs pirarem! Isso sem falar na premiação de Melhor Música de Rock no Teen Choice Awards 2016. São incríveis, não acham? O lacre mais recente foi confirmado pela Billboard: os boys estiveram entre os artistas mais bombados do ano. Resta saber qual será o próximo arraso deles! Gilrs like boys é uma música de enorme sucesso, a faixa é a contribuição da banda australiana para a trilha sonora do filme "Ghostbusters", que também conta com inéditas de Zayn, Elle King, Mark Ronson e mais.
read more...

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

DJ Alok: conheça o nº 1 do Brasil que faz sucesso no mundo todo

Para quem curte música eletrônica ou até para quem só ouve nas festas, o nome Alok já está na ponta da língua. Eleito pela revista especializada House Mag o DJ número 1 do país, e o único brasileiro no Top 25 DJs do mundo pela DJ Magazine, o DJ desfruta do auge de sua carreira. Expoente da EDM (electronic dance music) brasileira, o artista nasceu em Brasília e se tornou o principal nome da cena underground no país, sendo comparado a DJs que são destaque no mundo inteiro, como Hardwell e Tiesto. Conheça um pouco mais sobre Alok Petrillo! Aos 24 anos, o artista, que também é produtor musical, é figura cativa em grandes eventos nacionais e internacionais. Festivais como Tomorrowland e XXXPerience, destaques no cenário da música eletrônica, recebem e abraçam Alok e seu Brazilian Bass, estilo do qual é criador. Com uma média de vinte shows por mês e turnês pela Europa, Ásia e Estados Unidos, o DJ construiu sua carreira desde o berço. Filho do casal de DJs brasilienses Juarez Petrillo (conhecido como Swarup) e Ekanta Jake, também produtores musicais e fundadores de um dos maiores festivais do país, o Universo Paralello, Alok tem ainda um irmão gêmeo bivitelino atrás das pick ups. A paixão pelas pistas de dança, então, começou aos 12 anos e não parou mais. O sucesso mais recente do DJ, 'Hear Me Now', já tem mais de 6 milhões de visualizações no Youtube, com menos de um mês de lançado. Com o seu som underground, Alok tornou-se uma referência para os novos produtores e colocou seu nome na história da música eletrônica brasileira, o que, segundo ele, não veio facilmente. "Minha responsabilidade aumenta cada vez mais, nem consigo relaxar. É como carregar um piano nas costas. Eu vivo só para isso", disse ele em entrevista recente ao Uol. Bastante ativo nas redes sociais, o artista chama a atenção pelas fotos em diversos lugares do mundo e, claro, pela beleza. Alok recebe uma chuva de elogios dos seguidores todos os dias, mas, segundo ele, isso não o anima. "Sou muito grato pelo carinho dos fãs, mas quero me destacar pela minha música. Minha mensagem é outra", explicou ele ao 'Ego'.
read more...

Bruno Mars lança "24K Magic", seu novo álbum

Bruno Mars lançou o álbum "24K Magic", o terceiro de toda a sua carreira. Sua primeira música de trabalho, que recebe o mesmo nome do disco, traz aquele velho estilo de Mars que estávamos acostumados e fez o maior sucesso com o público. Ou seja, foi apenas uma pequena prova do que estava por vir. "24K Magic" segue uma linha bastante dançante e mostra que Mars trouxe várias influencias do Funk dos anos 70 que tocava nos Estados Unidos. O disco serve tanto para animar aquele esquenta com os amigos antes da balada quanto para fazer todo mundo ferver numa pista de dança. Então, é bem provável que a gente ainda escute esse CD por um bom tempo. E aí, tão curtindo? Que música vocês acham que fará mais sucesso? Vale lembrar que Bruno Mars não fazia nada inédito desde "Uptown Funk", sua parceria com Mark Ronson em 2014, que até rendeu uma performance no Super Bowl deste ano. Quem aí estava com saudade de ver novos hits do cara bombando? Finalmente chegou a hora de matar essa saudade.
read more...

Os 20 discos de vinil mais caros do planeta

O pessoal da NME publicou uma lista baseada em títulos e valores retirados do site LoveAntiques.com, onde aparecem os 20 discos de vinil mais valiosos do mundo. Em primeiro lugar está uma cópia de White Album, dos Beatles, cujo dono era ninguém menos que o baterista Ringo Starr e foi vendida recentemente por 730.876 libras, ou algo como 3 milhões e 200 mil reais. Ainda aparecem títulos de bandas como The Quarrymen, Led Zeppelin e U2, e logo abaixo você pode ver o Top 20 ao lado dos seus respectivos preços, em Reais. É importante ressaltar que, obviamente, não é qualquer cópia desses discos que vale esse valor todo, mas sim algumas específicas. No caso do Sex Pistols, por exemplo, trata-se de uma versão rara e anterior do álbum. Já o título do U2 é uma prensagem australiana em disco de vinil transparente. O álbum do Led Zeppelin tem o nome da banda escrito de uma cor diferente e o single de David Bowie inclui um encarte bastante raro. 1 – The Beatles – White Album – 3 milhões e 200 mil reais 2 – The Quarrymen – That’ll be the Day / In Spite of all the Danger – 430 mil reais 3 – The Beatles – Love Me Do – 350 mil reais 4 – Jean Michel Jarre – Music for Supermarkets – 130 mil reais 5 – Frank Wilson – Do I Love You (Indeed I Do) – 110 mil reais 6 – Sex Pistols – God Save The Queen – 52 mil reais 7 – Billy Nicholls – Would You Believe – 43 mil reais 8 – The Beatles – Please Please Me – 32 mil reais 9 – Robert Johnson – Kind Hearted Woman Blues – 30 mil reais 10 – Queen – Bohemian Rhapsody/I’m In Love With My Car – 21.500 reais 11 – U2 – Pride (In The Name Of Love) – 21.500 reais 12 – John’s Children – Midsummer Night’s Scene/Sara Crazy Child – 17 mil reais 13 – Ron Hargrave – Latch On/Only a Daydream – 13 mil reais 14 – Led Zeppelin – Led Zeppelin 13 mil reais 15 – The Beatles – Love Me Do / PS I Love You – 13 mil reais 16 – David Bowie – Space Oddity / Wild Eyed Boy From Freecloud – 13 mil reais 17 – Tinkerbells Fairydust – Tinkerbells Fairydust – 13 mil reais 18 – Madonna – Erotica – 9 mil reais 19 – Wings – Love Is Strange – 8 mil reais 20 – Tudors Lodgers – Tudor Lodge – 5 mil reais A gravadora Polysom, especializada em discos de vinil, anunciou o lançamento dos três primeiros álbuns da banda carioca O Rappa no formato. De acordo com a coluna Ancelmo Gois, do jornal O Globo, os fãs do grupo liderado por Marcelo Falcão terão disponíveis para compra os vinis de “O Rappa” (1994), “O Rappa Mundi” (1996) e “Lado B Lado A” (1999). Vale ressaltar que essas três obras tiveram imensa contribuição do ex-integrante Marcelo Yuka, que ficou paraplégico após ser baleado em um assalto no Rio de Janeiro. A cantora Rihanna anunciou o lançamento de um box com todos os 8 álbuns de estúdio em uma coleção de 15 discos de vinil pela Roc Nation incluindo: Music of the Sun (2005), A Girl Like Me (2006), Good Girl Gone Bad (2007), Rated R (2009), Loud (2010), Talk That Talk (2011, Unapologetic (2012) e Anti (2016). Além de ser a primeira vez em que todos os álbuns de Rihanna são lançados neste tipo de formato, o box ainda terá um livro de capa dura de 186 páginas, impressões de cada folheto dos CD’s originais e um slipmat com a assinatura da cantora.
read more...

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

John Mayer prepara novo disco e lança single

Quem estava com saudades do John Mayer? Pois saiba que o cantor voltou à ativa e lançou sua primeira música inédita em três anos. Intitulada "Love on the Weekend", a faixa fará parte do novo disco do cantor, que deve chegar no ano que vem.
read more...

domingo, 27 de novembro de 2016

Coldplay anuncia novas músicas em um EP intitulado "Kaleidoscope"

Boas novas para os fãs de Coldplay. A banda britânica anunciou no Twitter que está preparando novas músicas para 2017, que serão lançadas em um EP intitulado "Kaleidoscope". "Olá todo mundo, nós estamos trabalhando em algumas músicas novas para o ano que vem. Será chamado Kaleidoscope ep. Esperamos que estejam todos bem, com amor". Hello everyone, we're working on some new songs for next year. It's called the Kaleidoscope ep. We hope you're well, love cm #KaleidoscopeEP — Coldplay (@coldplay) November 21, 2016 Coldplay passou, no início do ano, por São Paulo e Rio de Janeiro com a turnê de seu último disco, "A Head Full of Dreams", lançado em 2015.
read more...

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Ray of Light, disco mais eletrônico da Madonna, faz 18 anos

2016 é o ano de Madonna, a popstar é a terceira artista mais bem paga do ano, fase Rebel Heart. 2013, o ano em que Madonna é a artista mais bem paga do ano, fase MDNA. 2008 e a cantora Madonna é a artista mais bem paga e a turnê Sticky and Sweet, do álbum Hard Candy, é a maior arrecadação para um artista solo de todos os tempos. Esta minicronologia é para evitar que alguém venha com o papinho de que Madonna já era. Num retrospecto de toda a sua carreira, os recordes e as vendagens de Madonna fazem dela a maior artista feminina e artista solo da história do pop. Então todo o respeito é pouco, ainda mais pra falar de uma de suas obras-primas, Ray Of Light, que chegou à maioridade em 2016. O ano era 1998. Nossa diva vinha de um período difícil, em que havia um forte sentimento anti- Madonna no ar, que teve início no fim dos anos 80, quando ela entrou numa fase de erotização extrema. Da imagem de bombshell do início de sua carreira à de dominatrix iniciada com o single Express Yourself, do álbum Like a Prayer, radicalizada no hit Justify My Love (um trip hop, faixa integrante da coletânea mais vendida da história, Imacullate Collection, de 1989), Madonna provocou a ira dos conservadores. Some-se a essa fase a turnê Blond Ambition (1990) e a famosa cena de masturbação em Like a Virgin. Apologia ao homossexualidade, atitude herética (segundo a Igreja) e muita sensualidade quase levaram Madonna a ser excomungada pelo papa João Paulo II. Não conformada – nem preocupada – Madonna anuncia seus projetos mais ambiciosos: o álbum Erotica (de 1992, com dance music e hip hop de primeira) e o livro Sex (também de 1992). Nessa época, não havia uma fantasia sexual dela que fosse secreta, pois ela mostrou tudo no livro e no clipe de Erotica. O impacto foi imenso, as vendas foram ótimas (só o livro vendeu 500 mil cópias, uma delas está aqui em casa). Mas sua imagem havia saído de seu controle. “Vaconna” virou seu apelido oficial. Tudo o que pudesse fazer pra chocar, Madonna fazia. Desde namorar um ator pornô (Tony Ward), uma atriz (Ingrid Casares) até entregar uma calcinha, que ela havia acabado de tirar, para dar, ao vivo, a David Letterman em seu talk show. Não havia limites para Madonna. Mas para parte do público a coisa havia passado dos limites. Surgiram então várias campanhas contra ela, Madonnagonna foi a mais famosa. E parecia que ia dar certo. Em 94, Madonna tenta reverter a situação lançando Bedtime Stories, um álbum voltado para o r’n’b e mais romântico. Bem recebido por critica e público, o hit Secret chegou ao topo das paradas em vários países. Mas havia no disco uma faixa que mostrava que ela não se arrependia de nada, e todo o seu esforço por uma nova imagem foi por água abaixo. Human Nature, quarto single do álbum, com um clipe fabuloso no qual Madonna debochava da moral reinante e assumia: “I’m not sorry, it’s human nature”. Nessa entressafra e disposta a valorizar sua arte, mais do que seu marketing, Madonna lança Something to Remenber em 1996, uma coletânea de suas melhores baladas, que continha três faixas inéditas: uma parceria com Massive Attack (I Want You, escrita por Marvin Gaye) e o megahit mundial You’ll See. Dramática, pela primeira vez Madonna parecia pedir algo a todos. Como dizia uma das faixas inéditas desse álbum, One More Chance. O ano de 96 ainda trouxe duas novidades que faziam parte de sua busca por mais credibilidade e paz, já que ela tinha virado alvo preferido de humoristas e jornalistas reacionários. Nasce em outubro daquele ano sua primeira filha, Lourdes Maria, e Madonna é escolhida por Oliver Stone para ser Evita Peron na versão para o cinema do famoso musical – sonho que ela nutria mesmo antes da fama. Se houve uma fase dramática em sua vida e sua arte, foi essa. Premiada com o Globo de Ouro por sua atuação como Evita, Madonna tira seu primeiro longo período de pausa na carreira. Voltou a morar com a família em Detroit para cuidar de Lola e começou a elaborar seu novo projeto, Ray Of Light. Todo este prólogo foi para situar o momento que Madonna vivia e por que Ray of Light é tão importante, para ela e para os fãs, em todos os sentidos. O nascimento de Lola, segundo Madgie, a fez refletir sobre a vida e espiritualidade, sobre o que realmente importa na vida. Uma de suas primeiras atitudes foi se desculpar com todos os artistas de que havia debochado em entrevistas anteriores, de Celine Dion e Mariah Carey a Janet Jackson, a lista era grande. Ray Of Light é o sétimo álbum de Madonna, resultado desse momento introspectivo da cantora. Inicialmente seria produzido por Babyface (do seu maior hit na carreira, Take a Bow, seis semanas no primeiro lugar da Billboard, faixa de Bedtime Stories), e por seu parceiro desde True Blue, Patrick Leonard. Mas, graças a seu empresário, quem dominou a produção foi William Orbit, mestre do trip hop e produtor de outros clássicos, como o disco 13, do Blur. O som era uma mistura de pop e música eletrônica, de uma forma completamente diferente de tudo o que Madonna já havia feito. Em todo o disco, traços de techno, trip hop. drum’n’bass, trance, ambient, rock, soft rock e música indiana e até clássica. Graças às aulas de canto lírico, que ela teve para cantar as faixas de Evita, sua voz aparece com um tom mais cheio e maior amplitude. Madonna passa a priorizar sua espiritualidade, graças aos seus estudos de cabala, hinduísmo, yoga e budismo e isso se reflete nas letras, como Frozen, Ray Of Light, Sky Fits Heaven e o mantra hindu Shanti/ Ashtangi. O álbum veio com 13 faixas, por causa do poder dado ao número 13, segundo os cabalistas. Além da calorosa acolhida pela imprensa, que reconheceu seu esforço em inovar, o álbum recebeu quatro prêmios Grammy em 1999, e foi primeiro lugar em 17 países, com um total de 20 milhões de cópias vendidas em todo o mundo. A faixa-título foi escolhida clipe do ano no VMAs de 1998 e cinco faixas foram singles. Além de Frozen e Ray Of Light, hits mundiais, saíram Nothing Really Matters, Power of Goodbye, Substitute of Love. Esse álbum foi certamente o primeiro grande responsável por introduzir a música eletrônica ao mainstream. Alguns fatos curiosos ocorreram durante a gravação. Quando registrava os vocais de Swin, o estilista Gianni Versace, seu amigo, foi assassinado em Miami e isso deixou a faixa mais intensa. A capa, maravilhosa, foi feita pelo fotógrafo Mario Testino, e traz uma Madonna vestida, sóbria e linda. Frozen, uma canção midtempo com elementos de trip hop e música clássica, foi número 1 em vários países, uma surpresa para todos, fãs e haters, em especial pelo clipe de clima gótico,onde Madgie aparecia trajando um vestido longo preto, criado por seu parceiro de longa data, Jean Paul Gaultier, e que deixava à mostra apenas o rosto e as mãos da cantora, que surge morena. Dirigido por Chris Cunningham, o clipe revela uma Madonna espiritualizada e sem a imagem sexy, que sempre foi sua marca. Esse clipe também detonou algumas modas que invadiram o mundo; as tatuagens de henna, de inspiração hindu foi a maior delas. Madonna também lançou modas não relacionadas ao mundo fashion. A yoga alcançou um nível de popularidade jamais visto antes e o mesmo ocorreu com a cabala, que saiu do anonimato para conversas de boteco. O filme Paciente Inglês e a cultura árabe e hindu também foram grandes inspirações para Madonna. Em 2005 , ela foi acusada de plagiar um artista belga, acusação que foi arquivada definitivamente a favor de Madonna, por não haver indícios do tal plágio. Ray of Light foi o segundo single e mantinha a carga espiritualizada nas letras e o teor eletrônico ficava mais evidente no som. Inspirada por Supheryn, de Curtis Maldoon, lançada nos anos 70, e retrabalhada por sua sobrinha Christine Leach. A faixa ganhou elementos de techno, disco, rock e é um de seus maiores hits de todos os tempos, em vários países e consolidou a nova fase. Venceu VMA’s de 1999, como clipe do ano, além de quatro Grammys técnicos, perdendo o Grammy de gravação do ano para My Heart Will Go On, de Celine Dion. Oi? O clipe foi dirigido por Jonas Akerlund, que despertou o interesse de Madonna por causa do clipe de Smack My Bitch Up, do Prodigy. No vídeo, Madonna aparece dançando de forma livre, sem coreôs e, ao fundo, imagens em alta velocidade mostram o dia a dia de uma pessoa, como no filme Koyaanisqatsi, hit do cinema cult dos anos 80. O visual mantém a pegada desapego fashion, jeans, jaqueta e top, cabelo levemente desgrenhado, nada de glamour como antes. A grande polêmica aconteceu na sua apresentação no VMA’s ao lado de Lenny Krawitz, onde ela surge como uma sacerdotisa hindu, executando a dança de Shiva, fazendo com que membros de associações de religiões hindus protestassem. E ela, sempre com resposta na ponta da língua, desafiou: “Se são tão puristas, por que assistem o VMA’s?”. Essa é Madonna. Drowned World/Substitute Of Love, música de pegada lenta e produção eletrônica, fala de quanto tempo Madonna perdeu se preocupando com a fama e de como sua filha a fez entender o real valor da vida. O clipe causou polêmica por trazer cenas em que Madonna foge de paparazzi, um ano após a morte de Lady Di. The Power of Goodbye traz mais ensinamentos da cabala e mostra Madonna linda como nunca. Dirigido por Matthew Rolston, é uma balada eletrônica e possui os remixes mais experimentais de toda sua carreira. Nothing Really Matters, faixa com pegada house, traz mais ensinamentos de cabala e foi seu menor hit nas paradas. O clipe, gravado em Nova York e dirigido por Johan Reck, é inspirado no filme Memórias de Uma Gueixa. Faz referências aos quatro elementos, com Madonna mais uma vez morena e linda, usando um quimono de Gaultier. Sky Fits Heaven, lançada apenas como promocional, e Skin, apenas para DJs, fecham a era Ray Of Light, momento que promoveu a terceira grade reinvenção de Madonna até então (Like a Prayer foi a primeira, Erotica, a segunda, e Confessions on the Dancefloor, a última até agora). As músicas de Ray Of Light só foram apresentadas ao vivo para o grande público em 2000 na turnê Drowned World, que promovia o lançamento do álbum Music. O álbum ainda inclui mais cinco canções: Candy Perfume Girl, com uma pegada pop-rock alternativo inglês, Shanti Ashtangi, mantra de yoga musicado por Madonna cantado em sânscrito, duas faixas escritas para seu bebê, Lola (Mer Girl e Little Star) e a ambient To Have and Not To Hold. Ainda estava planejado um álbum de remixes, Veronica Eletronica, mas o projeto foi abandonado. O legado da era Ray Of Light foi ter levado a música eletrônica de uma maneira pop para todo o mainstream e acabou se tornando o primeiro contato de muitos com o estilo de som que se tornou a cara do século XXI. Fonte: Music Non Stop/ Mauro Borges
read more...

sábado, 12 de novembro de 2016

10 Sucos Detox simples e rápidos de fazer

Os sucos Detox popularizaram-se rapidamente por trazerem benefícios à saúde, bem como pela promessa de que emagrecem. No entanto, as pessoas acabam tomando o suco sem saberem para que serve. Sucos detox simples ajudam o fígado a eliminar as toxinas que impedem o bom funcionamento do nosso organismo. O fígado é o órgão capaz de transformar todas essas toxinas e impurezas que consumimos diariamente em substâncias elimináveis pela urina e fezes. Portanto, o suco detox ajuda a limpar o fígado, permitindo que ele possa executar melhor suas funções. Pode e deve ser tomado diariamente, pois, deste modo, o fígado se manterá sadio e trabalhando bem. Para isso, estamos sugerindo algumas receitas de sucos detox simples e rápidos de fazer. 1. Suco detox simples de chá verde e couve 150 ml de chá verde; ½ maçã com casca; 1 folha de couve; Gelo a gosto. O chá verde industrializado não apresenta as mesmas propriedades do chá “in natura”. Prepare o chá, deixe em infusão, espere esfriar. Lave a maçã e a folha de couve. A seguir, bata tudo no liquidificador e tome imediatamente. 2. Suco detox simples de gengibre e hortelã 150 ml de água de coco; 1 fatia de melão pequena; 1 colher de café de raspas de gengibre; 1 punhado de folhas de hortelã frescas; Gelo a gosto; Adoçante, se necessário. A água de coco fresco terá resultados melhores. Raspe o gengibre na hora de consumir. Lave bem as folhas de hortelã. Liquidifique tudo e consuma na mesma hora. Play Unmute Fullscreen Play Unmute Fullscreen 3. Suco detox simples de abacaxi e salsão 150 ml de água; 1 fatia de abacaxi; 1 talo de salsão; Gelo a gosto. Utilize água mineral ou filtrada. Lave bem o salsão e descasque o abacaxi na hora. Bata tudo no liquidificador. 4. Suco detox simples laranja e gengibre 1 laranja; 2 folhas de couve; Raspas de gengibre; ½ litro de água; Gelo a gosto; Adoçante, se necessário. Descasque a laranja e retire as sementes. Lave bem as folhas de couve. Raspe o gengibre na hora. Liquidifique tudo e sirva. 5. Suco detox simples de erva cidreira com abacaxi 150 ml de água de coco; Meia xícara de abacaxi picado; Meia xícara de chá de erva-cidreira; Gelo a gosto; Adoçante, se necessário. Descasque e pique o abacaxi na hora de preparar o detox. Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva a seguir. 6. Suco detox simples de laranja com limão 1 xícara de suco de laranja natural; Suco de 1 limão fresco; 1 cenoura descascada; 1 colher de sopa de linhaça; Gelo a gosto; Adoçante, se necessário. Basta liquidificar tudo e seu suco detox estará pronto para ser consumido. 7. Suco detox simples de maçã com couve 2 maçãs; 2 folhas de couve fresca; 1 laranja; Mel de agave para adoçar; Gelo a gosto. Descasque a laranja, retire as sementes, mas mantenha boa parte do bagaço. Lave bem a couve e as maçãs. Bata tudo no liquidificador. 8. Suco detox simples de tomate 200 ml de suco de tomate; 200 ml de água mineral com gás e gelada; Gotinhas de pimenta Tabasco, mas não exagere; Gotas de suco de limão fresco. Esse suco não deverá ser batido no liquidificador, pois o gás da água se perderá. Basta misturá-lo e beber. 9. Suco detox simples de goji berry e morango 1 xícara de morangos frescos; 1 colher de sopa de goji berry seca; 200 ml de água de coco; 2 colheres de sopa de suco de uva branca; Gelo a gosto; Adoçante, se necessário. Lave bem os morangos, retire as folhinhas. Bata com os outros ingredientes no liquidificador. Esse suco detox é delicioso! 10. Suco detox simples de melancia com linhaça 2 fatias de melancia; Suco de limão; 1 colher de café de gengibre ralado; 1 colher de chá de linhaça triturada; Mel de agave; Gelo a gosto. Retire a casca e os caroços da melancia. Rale o gengibre e esprema o limão na hora do preparo. Liquidifique tudo e sirva.
read more...

sábado, 29 de outubro de 2016

Workout Motivation ft. Shaun Stafford & Pietro Boselli

read more...

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

As sete regras principais para quem quer ganhar massa muscular

Cuidar da própria imagem também traz benefícios psicológicos. A capacidade de transformar o próprio corpo dá uma sensação de poder muito positiva, de realização, conquista, autonomia. E isso não depende de ninguém a não ser de si próprio, da força de vontade e um pouco de dedicação e disciplina. Para ter boa saúde e um corpo legal é necessário equilíbrio. Alimentação balanceada e quantidade adequada de exercícios físicos vão proporcionar esse equilíbrio. "Qual seria uma alimentação balanceada pra mim? Quanto e qual tipo de exercícios devo fazer para ficar sarado?". Essas são perguntas que são respondidas com precisão apenas individualmente. O metabolismo do Lucas não é igual o do Tiago, nem do Mateus. O histórico de atividade física também é diferente. Isso faz com que uma mesma dieta e a mesma sequencia de exercícios aplicadas para os três tenham resultados diferentes. Não é por acaso que até hoje não exista a fórmula mágica para o cidadão ficar sarado e arrasar no verão. 1: Forneça energia ao seu corpo O principal problema no ganho de peso para os ectomorfos magros por natureza está na incapacidade de o seu organismo acumular reservas de energia suficiente nos músculos. Sem essa energia não é possível nem treinamentos puxados, nem o subsequente crescimento muscular. É importante fornecer energia complementar aos músculos, tomando um cocktail de aminoácidos, hidratos de carbono simples e creatina antes e durante o treinamento. Além disso, logo depois dos exercícios é necessário garantir nutrição aos músculos para que eles consigam crescer. 2: Faça exercícios de base Uma vez que o corpo não tem energia suficiente para um treinamento de força muito prolongado, é importante se concentrar no essencial, sem sobrecarregar o seu programa com exercícios secundários. Além disso, é também essencial dar aos músculos tempo para eles recuperem. O programa de treinamento do ectomorfo deve incluir apenas exercícios básicos. Não há necessidade de treinar mais do que três vezes por semana e a duração de cada sessão de exercícios não deve exceder 45 minutos. O número total de repetições para todos os exercícios é de 10-12 séries. 3: Execute 5-7 repetições O crescimento muscular requer um sinal do corpo de que não consegue lidar com a carga física atual e que precisa aumentar a força muscular. Por isso o corpo deve ser levado ao limite das possibilidades físicas, para que ele comece a expandir esse limite. A última repetição dos exercícios deve ser sempre feita com muito esforço, sem deixar forças para outra repetição. O número ideal de repetições para o crescimento muscular – entre 5 e 7 vezes – requer o uso de pesos elevados de treinamento e das respetivas medidas de segurança. 4: Aumente a ingestão calórica O segundo problema mais importante do ectomorfo que não lhe permitir ganhar peso é o seu baixo nível de apetite. Na sua essência, o corpo se preocupa apenas em garantir a quantidade calórica mínima para viver, ignorando os sinais dos músculos de que precisam de energia para crescer. Uma das principais regras para bombar a massa muscular é que a ingestão calórica deve ultrapassar a norma diária em 15-25%. A dieta do atleta que ganha músculo deve conter também uma quantidade aumentada de proteína em pelo menos 1-1,5 gr por cada quilo de peso corporal, com um mínimo de calorias vazias. 5: Ajude o seu corpo com suplementos esportivos A maneira mais eficaz para otimizar o funcionamento do metabolismo é tomando suplementos esportivos. Se você quer ganhar massa muscular, então, independentemente de sentir fome ou não, deve tomar shakes proteicos com creatina várias vezes ao dia. Os complexos pré-treino vão ajudar você a treinar de forma mais eficiente, proporcionando um aumento do fluxo sanguíneo para os músculos, que, por sua vez, criam as condições ideais para o alargamento do depósito energético e levam a um aumento posterior do músculo. 6: Não interrompa o treinamento Devido à predisposição genética para a magreza do ectomorfo, o seu corpo não tem tendência para aumentar a massa muscular, do mesmo jeito que não se esforça por manter a massa já ganha. A interrupção do treinamento leva a perda de peso em muito pouco tempo. O ciclo primário de ganho muscular requer treinamento de força constante e alimentação reforçada – se possível, não interrompe o treinamento por mais de 2 ou 3 semanas. Pausas longas sem reversão do processo só são possíveis depois de vários anos de treinamento. 7: Estabeleça metas realistas Não tente se comparar a atletas profissionais e fisiculturistas. Em primeiro lugar, o corpo deles tem predisposição natural para ganhar tecido muscular e, em segundo lugar, eles já treinam há muito tempo e entendem claramente o que é um treinamento correto. A taxa de crescimento muscular em homens de genética média é de cerca de 0,5-1 kg por mês; no primeiro ano de treinamento é difícil ganhar mais de 6-10 kg de músculo. No entanto, apesar de este ser um resultado muito bom, não espere se transformar em nenhum Schwarzenegger.
read more...

Musculação: potencial genético, proporções corporais e estrutura física

Como queimar gordura e ganhar músculo? A maioria dos homens procura um programa universal que lhe permita definir o tanque e aumentar a massa muscular ao mesmo tempo. Eles fazem um monte de exercícios de repetição, combinam uma dieta rigorosa e treinamento de impacto, mas sem obter os resultado desejados. Essas pessoas acham que se seguirem o programa de treinamento do Brad Pitt ou do Ronaldo terão o mesmo corpo que as estrelas de cinema. A verdade é que isso não acontece porque em muitos aspectos a genética é o único fator que determina se uma pessoa será ou não capaz de mudar o seu corpo. Como descobrir qual o seu somatótipo? Para começar, você precisa saber qual a sua estrutura física. Para defini-la, meça o perímetro do seu pulso na parte do osso: o pulso do ectomorfo tem menos de 17,8 centímetros, no mesomorfo tem entre 17,8 e 19 cm e no endomorfo tem mais de 19 cm (estes valores são válidos para pessoas com mais de 160 cm de altura). É possível identificar o seu tipo físico sem medição exata, basta para isso que agarre o seu pulso com a outra mão e tente juntar o dedão com o indicador: o ectomorfo conseguirá juntar estes dois dedos facilmente, o mesomorfo – com alguma dificuldade, enquanto que o endomorfo não conseguirá(1). Proporções corporais e estrutura física No que diz respeito às medidas gerais, o peito, cintura e ancas do ectomorfo têm mais ou menos as mesmas medidas (“H”), no mesomorfo a cintura é fina e o perímetro o peito é ligeiramente maior ao do quadril («V» ou «X»), enquanto que o no endomorfo o perímetro da cintura é maior do que o das ancas e do peito (“O”). É claro que existe uma série de ressalvas: primeiro, estas medições mostram apenas os somatótipos puros, em segundo lugar, isto é válido para quem pratica esportes e, em terceiro lugar, mesmo o ectomorfo mais magro pode ficar muito, mesmo muito gordo. “Sortudo” genéticos A capacidade para alterar a forma física depende não só da somatotipia. Aqueles que conseguem ganhar músculo facilmente têm por natureza níveis mais elevados de testosterona, níveis baixos de cortisol e alta sensibilidade dos músculos esqueléticos à insulina e à proteína (p-ratio). Os níveis baixos de cortisol permitem treinar mais e de forma mais eficiente, recuperando-se rapidamente depois do esforço. A sensibilidade de determinado tecidos à insulina afeta o aumento de peso e disto depende diretamente se você ganha músculo ou gordura. Somatótipos e potencial genético Estudos mostram que o metabolismo das diferentes somatotipias difere apenas em 7- 8%(2). O mais importante é saber como esta energia é usada e qual o tecido que vai “receber” as calorias: se a gordura ou o músculo. E isso depende da sensibilidade dos tecidos à insulina. Por outras palavras, o organismo dos “sortudos” não gasta mais energia, como muitas vezes se acredita, ele apenas converte de maneira mais eficiente as calorias alimentares para o músculo, enquanto que nas pessoas comuns grande parte da energia vai para a gordura. Quanto tempo precisa para bombar os músculos? A pessoa comum pode ganhar em média 0,23 kg de músculo puro por semana (cerca de 1 kg por mês) e perder numa dieta entre 0,4 e 0,75 kg de gordura por semana(4). Se a balança mostrar que você perdeu mais peso do que isto, então vocês já está queimando músculo em vez de gordura. Em média, a perda de 3 kg de gordura queimada corresponde a 1 kg de músculo perdido, mas os “sortudos” praticamente não perdem músculo. Em fase de emagrecimento o seu metabolismo praticamente não abranda e o seu corpo utiliza os ácidos graxos como combustível, mantendo intactos os músculos. O treinamento dos fisiculturistas serve para você? A maioria dos atletas profissionais, estrelas do fitness e musculação são mesomorfos com uma genética ideal para o crescimento muscular. Eles ganham massa muscular fácil e rapidamente e a sua estrutura óssea em forma de V torna os seus corpos proporcionais. Se está tentando emagrecer e ganhar músculos bombados ao mesmo tempo, então você não faz parte do grupo dos sortudos. Caso contrário, sequer pensaria nisso. Você nunca vai alcançar os mesmos resultados seguindo os conselhos desses atletas, simplesmente porque você é diferente deles.
read more...

Saiba tudo sobre o desenvolvimento e fortalecimento dos músculos abdominais

O processo de queima de gordura para aqueles que têm excesso de peso e para aqueles que pretendem ganhar um abdômen bem torneado e definido requer duas estratégias completamente diferentes. O nível mínimo de gordura no organismo que permite tornar visível os chamados ‘tanquinhos’ do abdômen varia de pessoa para pessoa: alguns homens precisam chegar aos 9%, mas em outros basta 15%. No entanto é importante ter em mente que quanto mais magro for o homem, mais difícil será emagrecer ainda mais, uma vez que o corpo vai sempre tentar guardar reservas energéticas em forma de gordura para situações imprevistas. Regra geral, o corpo considera o percentual de 12-15% de gordura como a norma para os homens e torna o metabolismo mais lento caso ele fique abaixo desse percentual. O FitSeven já explicou detalhadamente que para queimar a gordura da área da barriga, o melhor é treinar de estômago vazio, fazendo 30-45 minutos de cárdio na zona das 140-155 batidas de frequência cardíaca. Devido ao estilo de vida sedentário, que obriga a muitas horas sentado, o ângulo de inclinação da pelve vai aumentando gradualmente (síndrome da inclinação pélvica anterior), puxando com isso o bumbum para trás e atirando o peito para a frente e para cima. Os músculos da barriga ficam mais relaxados, transferindo assim a carga para a parte inferior das costas, o que acaba por ter como consequência a proeminência do estômago e dores lombares crônicas. Também o diafragma ajuda a manter a posição correta da barriga. O diafragma é o nome pelo qual é conhecido o grande músculo que expande os pulmões e separar o tórax da cavidade abdominal. Uma vez que o limite desse músculo está na extremidade inferior das costelas, é comum acreditar que ele seja um sistema derivado do músculo abdominal reto. O diafragma tem um papel duplo. Por um lado, é o músculo responsável pelo processo da respiração, por outro, é ele que mantém a coluna vertebral na posição correta. Você só conseguirá obter o abdômen inferior torneado (a assim chamada “cintura de Adônis”, que se caracteriza pelo formato em V) em caso de bom funcionamento do diafragma e nível ideal de pressão intra-abdominal durante a execução de exercícios de força. Na essência, os músculos do abdômen deve estar sempre tensos mas sem que com isso o estômago fique encolhido. Tal como outros problemas crônicos de má postura, também o problema do diafragma fraco e da inclinação pélvica incorreta se resolvem, acima de tudo, com a adoção de um estilo de vida que o faça ficar mais tempo em pé. Somente os exercícios especiais não conseguem, por si só, corrigir um defeito que levou décadas para se formar – é necessária uma abordagem complexa que o seu treinador deve elaborar especialmente para você. Os músculos mais importantes da musculatura do tronco são o cinturão interno dos músculos abdominais, os flexores cervicais profundos, o diafragma (que participa, entre outras coisas, no processo da respiração) e os músculos pélvicos inferiores. No grupo muscular da parte externa do tronco temos os músculos abdominais retos e oblíquos, os músculos grandes dorsais, os músculos das nádegas, da região lombar e parte dos músculos do quadril. Esta lista não termina aqui, uma vez que todos os principais músculos do corpo humano estão interligados. A musculatura do tronco estabiliza a coluna vertebral graças ao apoio que cria em redor dela, limitando assim a sua mobilidade excessiva em diferentes direções. Para turbinar os músculos do tronco e ficar com eles mais fortes, basta deixá-los fazer o seu trabalho, ou seja, proteger a coluna durante a atividade física. Durante a execução de exercícios de base, como o agachamento, o levantamento terra, o supino e o press militar, são precisamente os músculos do tronco que fixam a coluna na sua devida posição. Uma vez que é nos exercícios executados em pé que se observa maior engajamento da musculatura do tronco (em exercícios deitados, parte da carga é transferida para o banco), o melhor exercício é o desenvolvimento de ombro com halteres ou barra acima da cabeça. Durante a execução do exercício, o mais importante é não apenas ter o cuidado de elevar e baixar corretamente o peso, mas também saber utilizar os músculos do troco como estabilizador. O momento-chave do desenvolvimento é a carga exercida sobre os músculos no ponto superior do movimento. A principal tarefa da musculatura da camada interna dos músculos abdominais é a de curvar as costelas, fixando assim o volume da cavidade abdominal e criando suporte para os órgãos internos. Uma vez que os músculos abdominais transversais assumem cerca de 40% da carga vertical exercida sobre a coluna vertebral, o seu subdesenvolvimento irá aumentar bastante o risco de lesão lombar durante os treinamentos de força. A maioria dos exercícios clássicos para o abdômen pressupõe o trabalho predominante dos músculos abdominais retos e oblíquos (a camada externa dos músculos da barriga) e engaja muito pouco os músculos estabilizadores do tronco, o oblíquo interno e os músculos abdominais transversais. Acredita-se que o exercício mais eficaz para trabalhar os músculos internos e transversos do abdômen seja o “vácuo no estômago”, assim como outros exercícios estáticos que visam um maior engajamento dos músculos estabilizadores (variações do exercício “prancha”). O “vácuo na barriga” é considerado, em princípio, o exercício mais importante para tonificar os músculos internos transversais do abdômen. Graças a ele, a barriga vai literalmente para dentro, por assim dizer, tornando o abdômen bem sarado e diminuindo o perímetro da cintura. Posição inicial: de joelhos, fique ‘de quatro’, com as mãos bem apoiadas no chão. Depois de expirar e retirar todo o ar dos pulmões, encolha a barriga, mantenha os músculos do abdômen tensos e aguente entre 10 a 15 segundos. Depois expire os resíduos de ar que ainda possam ter ficado nos pulmões e encolha ainda mais o estômago, mantendo o abdômen tenso por mais 20 segundos. Execute esse exercício durante 3 a 5 minutos diariamente como parte da sua ginástica matinal. Uma parte importante do treino dos músculos do abdômen é a criação de uma ligação entre eles e o cérebro. Você deve aprender a controlar os músculos abdominais para conseguir usá-los e não a outros na execução de exercícios específicos para a barriga. Em primeiro lugar, tente manter a barriga esticada e os músculos tensos também nas suas atividades do dia a dia. Você acabará por se acostumar a isso e em pouco tempo notará mudanças não só na definição do seu estômago, mas verá melhorar toda a sua aparência física geral. Em segundo lugar, ao executar flexões, agachamentos ou supino mantendo sempre tensa a musculatura abdominal, você faz com que ela seja incluída no trabalho e aprende ao mesmo tempo a ativar diferentes segmentos dos músculos abdominais. Durante o treino é importante ter sempre em mente que o sentido de qualquer exercício abdominal é executar movimentos precisamente à custa dos músculos abdominais. Os novatos, ao escolherem exercícios complexos como elevação de pernas na barra ou abdominais com polia alta, executam o movimento com a ajuda de todos os músculos do corpo, com a frente das coxas ou mesmo com as mãos, quase sem envolver o abdômen no trabalho propriamente dito. O melhor mesmo é começar a treinar os músculos abdominais com movimentos simples realizados com o peso do corpo — inclinações laterais em pé ou a execução das clássicas abdominais o mais lento possível. O seu objetivo é sentir o trabalho do abdômen, é ter esse domínio absoluto. A propósito, se surgir aquele ardor característico nos músculos, isso é um sinal indireto de que você está treinando corretamente. Deve malhar os músculos abdominais do mesmo jeito que malha outro músculo qualquer: para aumentar a sua massa e volume é necessário executar entre 7 a 9 séries sumárias com 10 a 15 repetições duas vezes por semana. É verdade que o número de repetições é um pouco maior do que o habitual, mas não é nunca 200, como vemos muitas vezes nos filmes. Numa primeira fase, a escolha dos exercícios não é tão importante quanto a técnica em si: dez abdominais corretas que lhe permitam sentir em toda a plenitude o trabalho dos músculos do abdômen são mais eficazes do que trinta elevações de pernas na barra, executadas aos solavancos e exclusivamente com a ajuda dos músculos frontais do quadril. No entanto, é importante lembrar que, se para criar tanquinhos e trabalhar diretamente os músculos abdominais é importante levar em conta as regras da hipertrofia – poucas repetições com peso complementar (por exemplo, abdominais na polia alta), então, no caso dos músculos abdominais laterais, você vai precisar de uma estratégia diferente. A hipertrofia (aumento do volume) dos músculos oblíquos da barriga aumenta o perímetro da cintura e cria com isso um impacto visual que dá à sensação de redução da largura do peito e dos ombros. O treinamento adequado dos músculos abdominais laterais requer grande número de repetições e exercícios com o peso corporal. Além disso, se quer que o seu corpo mantenha a postura esportiva tem que trabalhar os músculos estabilizadores, que na rotina habitual do treinamento de força, estão normalmente pouco engajados. A melhor forma de trabalhar esses músculos é com a ajuda dos cintos de suspensão TRX. Para melhor falarmos da escolha dos exercícios para o abdômen podemos recorrer aos resultados dos estudos efetuados. Com a ajuda de meios eletromiográficos foi realizada a medição da carga exercida sobre os grupos de músculos abdominais superiores, inferiores e laterais durante a execução de diferentes exercícios. Além disso, se mediu também a carga exercida sobre os músculos do quadril, a fim de determinar se não seria à custa do movimento das pernas que se executava o movimento. O resultado foi posteriormente comparado com o resultado das tradicionais abdominais. Os melhores exercícios foram a «bicicleta» e elevação de pernas com o corpo suspenso — qualquer um deles é 2 ou 3 vezes mais eficaz do que as abdominais. Os cientistas descobriram também que a maioria dos homens testados não foi capaz de isolar o envolvimento dos grupos musculares superiores e inferiores da barriga: os movimentos são executados à custa do trabalho simultâneo de todos os setores musculares do abdômen ao mesmo tempo. Para terminar lembro mais uma vez que não existe nenhum exercício capaz de queimar a gordura da barriga: todos eles servem apenas para fortalecer os músculos. Se os músculos estiverem escondidos debaixo de uma camada de gordura, então, o primeiro que você tem que fazer é se livrar dessa gordura. Só a dieta, e apenas dieta, pode ajudá-lo a conseguir isso. O cárdio está longe de ser a componente mais importante na luta por uma barriga chapada, pois aquelas 300-500 calorias que você consegue perder correndo na esteira são facilmente readquiridas em apenas uma refeição. Além disso, também é importante o que você come. Estudos recentes mostram que os adoçantes (aspartame, etc.) lesam o metabolismo e levam à acumulação de gordura mesmo em caso de ingestão calórica negativa.
read more...

Confira a dieta do modelo fitness Marc Fitt

Ter um corpo em forma, ou pelo menos dentro dos padrões, é um bom começo pra se conseguir um olhar diferente daquela gata na qual você está interessado. Entretanto, mais do que estética, o verdadeiro propósito da atividade física é melhorar nossa saúde, bem-estar e qualidade de vida. Um estilo de vida fisicamente ativo ajuda a prevenir e combater diversas doenças como hipertensão, diabetes, obesidade, depressão, estresse, além de melhorar nossa disposição ao trabalho, capacidade cognitiva, estabilidade emocional, qualidade do sono e desempenho sexual. Confira a entrevista com a dieta do modelo fitness Marc Fitt, feita pela FitSeven: FitSeven: Como você começou a praticar esportes? Marc: Eu nasci no Canadá, em Montreal. Sem dúvida posso dizer que sempre fui uma criança atlética: quando fiz 2 anos ganhei de presente um par de patins de verdade para começar a jogar hóquei o mais rápido possível. Na realidade, o hóquei é a minha verdadeira paixão. Eu obtive o primeiro grande sucesso neste esporte aos 19 anos de idade e para isso tive que trabalhar muito. Mas tudo na vida muda e então eu comecei a me aperceber que o hóquei não era bem o que eu mais gostaria de fazer e que eu sentia mais interesse por treinamento de força. FitSeven: E por que precisamente fisiculturismo? Marc: A coisa mais importante que dá o treinamento de força é a capacidade de atingir metas, afinal é você mesmo que inicialmente as coloca e a partir daí vai se ultrapassando a você mesmo e, independentemente das dificuldades, você vai superando os limites de suas capacidades. Eu mudei muito desde aquela altura em que comecei a me engajar seriamente no fisiculturismo. Sem dúvida me tornei muito mais confiante e ficou muito mais claro para mim o que é que eu quero exatamente da vida. Agora meu objetivo é me tornar modelo de musculação de topo. Eu malho seis dias por semana, treinando a cada dia um grupo isolado de músculos. Utilizo tanto exercícios básicos, como isoladores porque acredito que os músculos devem ter constantemente uma carga diferente ou eles não vão crescer. Dou particular atenção às super-séries (supersets) e drop-sets porque vejo na prática que em mim estas técnicas funcionam muito bem, que estimulam o crescimento muscular. Mas quero fazer notar que elas exigem uma alimentação reforçada e que sem energia suficiente as drop-sets simplesmente queimam o músculo. Segunda-feira: peito, panturrilhas, abdômen Terça-feira: costas, abdômen Ambiente: pernas, panturrilhas, abdômen Terça-feira: ombros, abdômen Quinta-feira: bíceps, tríceps, panturrilha, abdômen Quinta-feira: pernas, abdômen Domingo: descanso ou panturrilhas e abdômen FitSeven: Que suplementos você toma? Marc: Acho que a hora mais importante para ingerir suplementos esportivos é logo após o treino, por isso o meu shake pós-treino é composto por 40 g. de proteína, 5 g. de BCAA, 5 g. de glutamina, 5 g. de creatina e 60 g. de dextrose para aumentar a absorção. A proteína é o material básico para a construção muscular, os aminoácidos BCAA são os elementos essenciais para o metabolismo, a creatina é necessária para melhorar os processos energéticos nos músculos e a glutamina ajuda à recuperação muscular mais rápida. FitSeven: E o regime alimentar também deve ser especial, não? Marc: Comecemos pelo fato de eu seguir constantemente uma dieta pobre em carboidratos, embora, como já referi, tome 60 g. de dextrose (similar ao açúcar) imediatamente após o treino para que os músculos obtenham energia e os nutrientes sejam absorvidos rapidamente. Dieta do modelo-fisiculturista Café da manhã: uma banana, uma xícara de farinha de aveia, 5 claras de ovo, 200 g. de iogurte natural (desnatado e baixo teor de carbonato), 30 g. de proteína, vitaminas, ômega 3 em cápsula, vitamina b -100, 5 g. de glutamina. Lanche a meio da manhã: uma laranja, um punhado de amêndoas, 30 g. de proteína. Almoço: 200 g. de frango com 60 g. de arroz integral, uma xícara de verduras, vitaminas, ômega 3 em cápsulas. Snack: um punhado de amêndoas, biscoitos de arroz com manteiga de amêndoa, 30 g. de proteína. Lanche: 200 g. de frango com 60 g. arroz integral, uma xícara de verduras, vitaminas, ômega 3 em cápsula, ácido D-aspártico. Uma hora antes do treino: 20 g. de proteína, 2 claras de ovo, uma xícara de farinha de aveia, maçã e canela (mais vitamina C, ômega 3, vitaminas e vitamina b -100) . Antes do treino: 30 g. de proteína, 15 g. de BCAA. Depois de um treino: 40 g. de proteína, 60 g. de dextrose, 5 g. de creatina, 5 g. de glutamina, 5 g. de BCAA . Jantar: 200 g. de frango com 60 g. de arroz integral, uma xícara de verduras, vitaminas, ômega 3 cápsulas . Reforço do jantar: pudim com alto teor de proteína – 200 g. de iogurte e 30 g. de proteína Ceia: 5 claras de ovos, 20 g. de proteína, 5 g. de glutamina, 2 cápsulas de ZMA, 2 cápsulas de Ômega 3. Se estivermos falando de preparação para uma sessão de fotos, para que os músculos fiquem visualmente mais bem delineados e secos, alguns dias antes da sessão eu limito a ingestão de sal e água e no dia da sessão faço um carregamento de carboidratos. FitSeven: Qual a principal coisa no caminho para o sucesso? Marc: Treinamento sério é apenas 20% do sucesso na criação de um corpo perfeito, 80% depende do que se come e dos suplementos esportivos que se toma, pois são precisamente eles que permitem que você treine com mais frequência e recupere mais rapidamente. Além disso, é importante ter um Objetivo com letra grande. Nota importante: eu nunca usei, e nunca vou usar, esteroides ou quaisquer outras substâncias químicas proibidas. Acredito que com a ajuda dos suplementos esportivos permitidos por lei você pode obter um efeito semelhante mas sem risco para a sua saúde. Lembre-se que treino de força diário sem a alimentação adequada nem suplementos esportivos levam rapidamente ao overtraining. Além disso, não se esqueça que cada tipo de corpo requer sua própria estratégia de treinamento.
read more...
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top